chevron_left Voltar para Releases e notícias
Apartamentos de 1 quarto retomam força e chegam a 30% das vendas em SP, igualando pico histórico, mostra estudo do QuintoAndar 

Recuperação da demanda também ocorre no Rio de Janeiro e nos aluguéis, embora preço do m² nesse segmento nas duas cidades ainda esteja abaixo de antes da pandemia

A demanda por apartamentos de até um quarto já se recuperou da pandemia em São Paulo e no Rio de Janeiro, mostra estudo inédito do QuintoAndar, maior plataforma de moradia da América Latina. A retomada vale tanto para o segmento de compra e venda como para o de aluguel. 

Em São Paulo, a demanda por compra desses imóveis pequenos já chega a 30% do total, o que repete sua melhor marca histórica, obtida em novembro de 2019 (38,41%), antes mesmo da pandemia. A recuperação, porém, ainda não se reflete no preço por metro quadrado dos apartamentos de 1 quarto, que permanecem abaixo dos patamares de antes da Covid-19 nas duas capitais.

A parcela desse tipo de imóvel no total financiado também já retomou seus picos históricos, e tem se mantido acima de 20% do total por todos os meses de 2021 até setembro. Embora também estejam em recuperação, o Valor Global em Vendas (VGV) e as Vendas sobre Oferta (VSO) ainda não voltaram aos níveis do final de 2019. 

No segmento de aluguel, as buscas por apartamentos de um quarto têm permanecido estáveis em 2021, o que indica que não há mais perda de interesse nesses imóveis, como visto em 2020. Os contratos fechados, por sua vez, mostram que a demanda concretizada está melhor, uma vez que o total de aluguéis efetivados está acima da média nos últimos três meses.

Embora a demanda esteja recuperada, os preços do m² para aluguel permanecem defasados em relação a 2019 tanto em São Paulo quanto no Rio. O Índice QuintoAndar de Aluguel de setembro mostra que os valores do m² para aluguel usados nos contratos fechados estão em R$ 35,08 em SP e R$ 29,67 no Rio. Em setembro de 2019, esse valor era de R$ 38,62 em SP, contra R$ 31,57 no RJ.

No segmento de compra e venda, dados do Banco Central – que por natureza captam apenas movimentos de mais longo prazo – as quedas nos preços dos apartamentos de um quarto em 2020 foram pequenas. Em 2021, alcançaram os maiores patamares da série histórica do BC. 

“A tendência de retomada está aí, mas ainda não é forte o suficiente para dizer que deixamos os efeitos da pandemia para trás”, diz José Osse, Head de Comunicação e Dados do QuintoAndar. “No começo da crise da Covid-19, muita gente acabou priorizando a busca por imóveis maiores, mas o que a gente vê agora é que definitivamente os apartamentos de um quarto não perderam seu apelo, especialmente para os mais jovens.”

O perfil de quem mora nos imóveis de um dormitório 

O estudo do QuintoAndar mostra que os moradores de estúdios e kitnets de São Paulo e Rio são, em sua maioria, homens (57%). Do total de pessoas que habitam esses imóveis (homens e mulheres), 80% são solteiros e moram sozinhos.  

Os apartamentos pequenos têm, ainda, maior concentração de moradores mais jovens em relação àqueles imóveis de outras configurações, segundo o levantamento do QuintoAndar. O grupo etário mais representativo entre moradores de unidades pequenas é o de 28 anos, enquanto para apartamentos de dois quartos, a faixa etária majoritária é a de 30 anos. Nos imóveis de três quartos, o grupo etário principal é o de 32 anos, mas com frequências significativamente mais altas a partir dos 35 anos.

A distribuição de renda entre os moradores de apartamentos pequenos é bastante ampla. A média é de  pessoas com renda de R$6390, com mínima de R$1045 e máxima de R$42000.

Onde estão esses imóveis? 

Esses imóveis se espalham por todas as regiões e bairros das cidades. Em São Paulo e no Rio, os dez bairros com maior concentração dessas unidades mostra essa diversidade, embora apontem as áreas centrais como as que mais reúnem esses imóveis.  Em ambas as cidades, os bairros apontados são alguns dos mais dinâmicos, com grande oferta de comércio e serviços, e densidade demográfica acima da média geral da cidade.

São PauloRio de Janeiro
1CentroCentro
2ConsolaçãoSanta Teresa
3Santa CecíliaCatete
4LiberdadeCopacabana
5BrásLeme
6Bela VistaFlamengo
7Bom RetiroBotafogo
8Vila Nova ConceiçãoPiedade
9Vila MariaLaranjeiras
10Vila OlímpiaIpanema

Sobre o QuintoAndar

O Grupo QuintoAndar é a maior plataforma de moradia da América Latina e oferece uma experiência direta, simples e transparente para quem busca um lugar para morar e para quem tem uma casa para alugar ou vender. A plataforma permite a busca de imóveis por meio de fotos de alta qualidade e o agendamento de visitas e fechamento do aluguel ou da compra online, sem burocracia. Os inquilinos alugam com facilidade, e os compradores têm maior transparência ao longo de toda a transação. Os proprietários estão cobertos pela Proteção QuintoAndar, que assegura o recebimento em dia do valor do aluguel, independentemente do pagamento pelo inquilino, e cobre indenizações de até R$ 50 mil por danos causados ao imóvel ao fim do contrato. Para imobiliárias, a empresa oferece um portfólio de serviços com soluções de crédito e financiamento, garantia locatícia e geração de demanda. Atualmente, a companhia tem mais de 165 mil contratos e R$ 90 bilhões em ativos sob administração, com atuação em mais de 75 cidades no Brasil, além da Argentina, Equador, Panamá, Peru e México, por meio das operações do grupo Navent, adquirido em dezembro de 2021.

Para saber mais sobre o QuintoAndar, acesse quintoandar.com.br/imprensa.

chevron_left Voltar para Releases e notícias