chevron_left Voltar para Releases e notícias
Valor do condomínio e IPTU podem chegar a 70% do preço do aluguel no RJ, mostra levantamento inédito do QuintoAndar

Jardim Oceânico é o bairro com a maior cota condominial da capital fluminense; média na cidade é de 36%

Bairros da Zona Oeste do Rio de Janeiro são os que concentram os maiores valores de condomínio e IPTU na cidade em comparação com o preço do aluguel, mostra levantamento inédito do QuintoAndar. Em média, os cariocas gastam com condomínio e IPTU valor equivalente a 36% do aluguel que pagam. 

Na Zona Oeste, o maior custo relativo é no Jd. Oceânico, onde condomínio e IPTU equivalem em média a 69,28% do preço do aluguel.  Barra da Tijuca, Marapendi, Jacarepaguá e Pechincha, todos com taxas superiores a 55%. Já os bairros com menor custo relativo são  Piedade, Penha, Del Castilho, Irajá e São Cristóvão, todos na Zona Norte da capital fluminense.

Apesar dos preços de locação de imóveis ainda estarem se recuperando das perdas mais drásticas provocadas pelo impacto da pandemia de Covid-19 na economia, como indicado pelo Índice QuintoAndar, os custos total de taxas como condomínio e IPTU são um desafio financeiro na hora de alugar um imóvel.

Os principais fatores que influem nos valores de aluguel e de condomínio são diferentes. No caso do preço do aluguel, procura e demanda são os principais influenciadores, seguidos por características do imóvel e seu estado de conservação. No caso das taxas condominiais, o que influi mais são os gastos com funcionários, manutenção e conservação de áreas comuns, como elevadores, áreas de circulação, piscina e espaço gourmet.

Onde o inquilino paga mais de condomínio e IPTU do que aluguel

De acordo com o levantamento da maior plataforma digital de moradia da América Latina, 16% dos inquilinos do Jardim Oceânico gastam mais com essas contas do que com o custo mensal de locação. No Leme, 10% dos locatários estão nessa situação, vivenciada por 8,6% dos inquilinos do Engenho Novo

Na capital fluminense, 3,43% dos inquilinos do QuintoAndar pagam mais de condomínio e IPTU do que em aluguel. O percentual é maior do que o registrado em São Paulo, onde 2% dos locatários estão nessa situação.

Sobre o QuintoAndar

O Grupo QuintoAndar é a maior plataforma de moradia da América Latina e oferece uma experiência direta, simples e transparente para quem busca um lugar para morar e para quem tem uma casa para alugar ou vender. A plataforma permite a busca de imóveis por meio de fotos de alta qualidade e o agendamento de visitas e fechamento do aluguel ou da compra online, sem burocracia. Os inquilinos alugam com facilidade, e os compradores têm maior transparência ao longo de toda a transação. Os proprietários estão cobertos pela Proteção QuintoAndar, que assegura o recebimento em dia do valor do aluguel, independentemente do pagamento pelo inquilino, e cobre indenizações de até R$ 50 mil por danos causados ao imóvel ao fim do contrato. Para imobiliárias, a empresa oferece um portfólio de serviços com soluções de crédito e financiamento, garantia locatícia e geração de demanda. Atualmente, a companhia tem mais de 165 mil contratos e R$ 90 bilhões em ativos sob administração, com atuação em mais de 75 cidades no Brasil, além da Argentina, Equador, Panamá, Peru e México, por meio das operações do grupo Navent, adquirido em dezembro de 2021.

Para saber mais sobre o QuintoAndar, acesse quintoandar.com.br/imprensa.

chevron_left Voltar para Releases e notícias